Cutting



Cutting, o que é?

Cutting (corte) ou Automutilação (AM), é definida como qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. Os atos geralmente tem como intenção o alívio de dores emocionais e em grande parte dos casos, estão associados ao Transtorno de Personalidade Borderline (TPB). As formas mais freqüentes de automutilação são cortar a própria pele, bater em si mesmo e queimar-se.

Definição
Automutilação refere-se a comportamentos onde demonstráveis feridas são auto-infligidas. Uma crença comum diz que esse é um método de busca de atenção, entretanto, na maioria dos casos esse fato é equivocado. A maioria das pessoas que se automutilam estão bastante conscientes de suas feridas e cicatrizes, e tomam atitudes extremas para esconde-las dos outros. Eles podem oferecer explicações alternativas para suas feridas, ou tampar suas cicatrizes com roupas. Automutilação, nesses indivíduos, não está associada ao suicídio ou para-suicídio. A pessoa que se automutila não está, usualmente, querendo interromper sua própria vida, mas sim usando esse comportamento como um modo de cooperação para aliviar dor emocional e desconforto. Também pode ser usado como substituição de dores corpóreas, isso é uma dor maior para substituir uma dor menor.

Formas de automutilação
Uma forma comum de AM envolve fazer cortes na pele dos braços (comumente o pulso esquerdo), pernas, abdômen, coxas, etc. O número de métodos automutilantes se restringe à criatividade do indivíduo. Os locais de lesão são, geralmente, áreas escondidas de uma possível detecção por outras pessoas.
Exemplos de formas de automutilação, além de se cortar:
§  Esmurrar-se, chicotear-se
§  Enforcar-se por alguns instantes
§  Morder as próprias mãos, lábios, língua, ou braços
§  Apertar ou reabrir feridas (Dermatotilexomania)
§  Arrancar os cabelos (Tricotilomania)
§  Queimar-se, incluindo com cigarro, produto químicos (por exemplo, sal e gelo)
§  Furar-se com agulhas, arames, pregos, canetas
§  Beliscar-se, incluindo com roupas e clips para papel
§  Ingerir agentes corrosivos, alfinetes
§  Envenenar-se, medicar-se (por exemplo, exagerar na dose de remédios e/ou álcool), sem intenção de suicídio.
Auto-lesão entre indivíduos com distúrbios de desenvolvimento (por ex., autismo, retardamento, inteligência limítrofe) envolve, geralmente, ações relativamente simples, tais como bater a própria cabeça contra a parede, esmurrar superfícies duras e morder-se. É comum desenvolverem pica, que corresponde a um transtorno onde o afetado engole substâncias/objetos que não são comestíveis.


Possíveis Causas

A automutilação é usualmente associada ao Transtorno de Personalidade Borderline (TPB), porém, grandes partes dos automutiladores não sofrem desse transtorno de personalidade. A doença tem acometido cada vez mais pessoas e, nos dias atuais, tem sido observada sua crescente associação a problemas como Depressão, Transtorno Bipolar, Síndrome do pânico, Bulimia, Anorexia, Bullying, dentre outros.